terça-feira, 11 de agosto de 2015

Isto Não é Uma Resenha - Quadrinho - Morning Glories #5

Hoje o post é sobre quadrinhos, estava faltando um pouquinho de quadrinhos por aqui não estava?
E o escolhido é Morning Glories - Volume 1.


Descobri esse quadrinho na Bienal do ano passado, algumas pessoas estavam comprando, e alguém deixou ele de lado, eu passei direto pela ala de pagamento, mas dei uma voltinha estilo filme de humor e peguei o quadrinho da bancada que separava o espaço de pagar e o restante da loja. Achei a sinopse interessante e acabei levando junto com as minhas outras compras da Bienal de 2014, e devo dizer que valeu MUITO a pena.

 Morning Glories se trata de uma Academia para jovens inteligentes que busca um futuro melhor. E é para lá que os nossos protagonistas vão. Sendo eles; Casey, Ike, Jun, Hunter e Jade. Eles tem personalidades um tanto clichês ao primeiro ver, mas a ideia funcionou muito bem nas poucas páginas do quadrinho.
Está edição é o Volume 1 da versão completa do quadrinho, e nela contém a saga de 1 até 6. O segundo volume já saiu.


É um quadrinho proibido para menores de 18 por conter cenas fortes de violência, mas devo dizer que todas foram muito bem desenhadas. O estilo desse quadrinho é muito bonito e eu podia completamente ver essa saga transformada em um filme ou uma série, estou aguardando porque eu realmente quero ver isso acontecendo.
Não quero dar spoilers então vou falar no geral.


O quadrinho conta com traços muito lindos, tanto na capa onde é mais digitalizado, tanto por dentro que tem um estilo mais quadrinho mesmo. A qualidade do quadrinho é nota dez contando com uma edição linda que eu tenho o maior ciúme, é aquele tipo de quadrinho que você não deixa ninguém tocar haha
O enredo é extremamente interessante e te faz não querer largar o quadrinho por nada. Terminei rapidamente já que não é muito longo, mas já queria ter o segundo em mãos para que ele pudesse responder minhas perguntas não respondidas na primeira edição, mas quando li ele ainda não havia saído, e agora eu estou com uma lista super atrasada de leitura e vou ter que ter paciência. Mas o fato é: Morning Glories é muito bom.
Gostei muito do universo em que se passou o enredo e também gostei muito do rumo que tudo tomou. Com certeza vou ler a segunda edição, e indico muito a leitura para você que é fã de quadrinhos como eu.


Uma descoberta incrível da Bienal.
O quadrinho foi ilustrado por Joe Eisma, sendo que a capa foi ilustrada por Rodin Esquejo e o quadrinho roteirizado por Nick Spencer. E ela é a primeira publicação contínua do autor que já publicou outros quadrinhos, mas sempre em único enredo. Legal não é?
E sabe o que é mais legal? No detalhamento da edição existe uma "Glória-da-Manhã", no original "Morning Glories", a Academia leva o nome dessa flor e eu AMEI essa conexão pequena. Não viu a flor na edição? Eu te mostro.

Um detalhe sutil e lindo.

Dentro do quadrinho em alguns cantinhos a flor aparece novamente e esse se tornou um detalhe lindo, quase um Easter Egg.
Nick Spencer disse que uma de suas influências para criar o quadrinho foi a série Lost, que eu nunca fui muito com a cara não, mas Morning Glories conseguiu usar essa influência do melhor jeito possível.

Cinco borboletas - Eu realmente amei esse livro/filme/série!

Enredo interessante, ilustrações lindas e sacadas geniais, Morning Glories foi um quadrinho incrível.
Com certeza espero poder ver bem mais de Morning Glories por ai.



2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É isso ai, você vai longe, a melhor escritora e crítica do mundo...

    ResponderExcluir