terça-feira, 13 de maio de 2014

O nome é ruim, a capa é ruim, mas o livro é bom! (E o filme?)

Olá estrelinhas!
Antes de tudo: sim, isso deveria ser um post unido ao Isto Não é Uma Resenha, mas por ter a parte comentando a adaptação cinematográfica, e porque eu quis esse post não vai ser assim. E provavelmente alguns outros posts de livros não vão ser também para me dar mais liberdade com o título do post, mas alguns, quem sabe? Só esclarecendo aqui. 
Hoje vai ser um dia feliz pra vocês porque vou falar sobre mais uma saga que foi adaptada para o cinema, mas dessa vez uma que não deu muito certo nas bilheterias e provavelmente não vai ter continuação embora isso não desmereça os livros porque já li os dois primeiros e eles são interessantes. Então bora falar sobre Vampire Academy?
----------------------------------------------------------------------------------------------------
ESTE POST É LIVRE DE SPOILERS, caso não tenha lido os livros ou assistido o filme poderá ler sem que isso interfira em sua experiência com os livros.

Capa feia, pôster horrível, sério, quem contratou os editores de divulgação dessa saga? '-'

Todos aqui sabem a regra da minha vida: É sobre vampiros? VAMOS LÁ! E isso já vem desde que me conheço por gente então quando soube da produção de um filme para Vampire Academy faz muito tempo e decidi ler os livros, mas acabei lendo apenas os dois primeiros por falta de tempo. E alguns meses depois o filme foi cancelado nos cinemas brasileiros, uma tristeza para os fãs!
A sinopse do primeiro livro oficial é tão gigante que chega a dar medo, mas lá vai ela pra que vocês fiquem familiarizados com o enredo.

 SINOPSE: Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma família real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestígio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma Dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. 
Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola. 
Mas isso é só o começo. Em O Beijo das Sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o convívio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem às famílias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temíveis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? 
Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens. (Livro no Skoob.)


 A capa: Existe alguma capa da saga Vampire Academy que seja bonita? A resposta é não. As capas dessa saga são horríveis!
Acho que essa é uma das sagas com pior divulgação visual existente no mundo, o que totalmente desmerece o enredo que é bastante divertido de acompanhar.

 O enredo (livro): Uma coisa muito importante que decide se o livro vai pra frente ou não é o/a personagem principal, e com Rose como personagem chefe da saga a autora realmente conseguiu isso porque ela é ótima e consegue levar o enredo que parece surreal ao ser pesquisado pela primeira vez de uma forma tão boa que você realmente acredita em tudo o que acontece!
Alguns podem criticar a forma como os vampiros foram colocados no enredo, devo dizer que não é a melhor versão de vampiros que já vi, e é até um pouquinho fraca, mas os personagens são bons e isso leva a saga pra frente. Mas continua sendo uma versão estranha.
A história é meio boba, mas em certo ângulo convincente, e realmente te cativa pelos personagens e pelo humor sarcástico ás vezes aplicado ali e aqui.
A visão dos vampiros na saga é assim:
Moroi: São vampiros vivos. Eles se alimentam de sangue humano - mas nunca matam o humano fornecedor - e comida comum. Têm certa resistência e tolerância ao sol e praticam magia. O Moroi nasce do cruzamento entre dois Morois. Os Morois antes de mais nada tem poderes que normalmente são um dos elementos: água, fogo, ar, terra e espírito. 
Strigoi: São vampiros mortos. Eles matam a vítima durante a alimentação, seja ela Moroi, Dampira ou Humana. Não podem pisar em solo Sagrado ou sair ao sol. Quando um Moroi se transforma em Strigoi, perde seus poderes mágicos e cria intolerância a Magia, assim como Dhampirs e humanos. Um Strigoi pode transformar um humano ou um dampiro à força, drenando-o e após alimentando-o com seu sangue e Morois podem se transformar sozinhos caso matem durante a alimentação. Estes, possuem pele cor de giz e olhos vermelhos. Possuem uma força muito grande e são muitos rápidos.
Dampiros/Damphiros: São meio vampiros e meio humanos. Não se alimentam de sangue e podem perfeitamente sair à luz solar. Rose costuma pensar que os Dampiros herdam as melhores qualidades de cada espécie. Nascem do cruzamento entre um Moroi e um Dampiro. Não podem reproduzir entre si. 
E por último temos os Alquimistas que são humanos que fazem o "trabalho-sujo", ou seja, são eles quem somem com os corpos de Strigoi. Sabem de sua existência, assim como da existência de Moroi e de Dampiros. Possuem diversos truques e técnicas. E mais alguns detalhes que vocês vão conhecer dentro dos livros de Richelle Mead!

Parece um pouco surreal para vampiros não é? Até eu que gosto da saga solto um certo "quê?" de vez em quando e não curti muito essa versão de vampiros, mas os vendo em ação em certas situações me fez aceitar a versão e até gostar de alguns dos poderes.
Em todo falando do primeiro livro pra não passar grandes spoilers, Vampire Academy convence com personagens bons e tem um enredo interessante. =)
Três borboletas Brilhantes - Melhor que duas né!
A nota é essa porque embora tenha sido muito legal de ler e os personagens tenham sido interessantes, alguns fatos me irritaram ou foram bobos em minha visão, e a saga não mudou muito a minha vida então pra mim é apenas um livro legal de se ler e simples. 

 O filme: Quanto drama antes dessa adaptação chegar aos sites online, dvds e etc hein meu povo? Vish, vocês não sabem nem da metade da sofreguidão!
Contando o filme como adaptação, já chegou arrasando com o elenco porque todos os personagens estavam a cara do que imaginei lendo o livro e o Danila foi uma ÓTIMA escolha como Dimitri (Personagem que logo que iniciarem o livro/filme vocês vão conhecer! E se quiserem conhecer agora... Aqui uma foto dele.) na minha opinião.
A parte mais engraçada de começar a fazer um post sobre uma adaptação é quando algumas pessoas dizem que ela não foi bem feita nos comentários de fóruns online (Porque quem cria posts pra blog precisa pesquisar opiniões e fatos antes de apresentá-los sem razão nenhuma no blog! Pelo menos comigo é assim.) porque vocês não tem noção do quanto as pessoas podem ser más e engraçadas! E foi muita maldade com Vampire Academy, mas, aqui vamos nós com minha crítica interior sendo ativada!
O filme foi bom? Acredito que esse foi um dos filmes mais fieis ao livro existente. E isso é incrível! Mas, como disse antes Vampire Academy não é algo épico que muda vidas e sim um livro adolescente feito para adolescentes, talvez por isso não teve tanto público assim, ou pelo fato de que a saga é uma mistureba de coisas que já deram certo em um mundo de vampiros, o que torna tudo confuso. Mas como adaptação foi perfeito, só não foi um filme muito forte pro público, assim como não é um livro épico, mas sinceramente, bato palmas pra adaptação porque ficou ótima! Mas faltou o "fogo" que Divergente tem, e que até Jogos Vorazes teve. Uma mensagem em si que faça o filme/livro ter um grande significado na vida de alguém, sem isso a história ficou vazia.
Três borboletas Brilhantes - Melhor que duas né!
Mas, por ser tão fiel ao original dou 3 borboletas brilhantes porque foi sensacional ver tudo quase que exatamente como imaginei, mas... É bobo. Mesmo assim acho legal que vocês leiam os livros, não por ser épico, porque não é, mas porque é um bom passatempo e o relacionamento da Rose (Roza, Roza, my Roza Ç.Ç Queria outro filme só pra ouvir o Danila falando o nome da Rose em russo de novo haha foi muito legal ver isso em "real forma" e não só imaginar no livro.) e do Dimitri é muito legal de acompanhar, pelo menos até onde li. Vale a pena assistir o filme como um passatempo, e ler a saga pelo mesmo motivo. Mas, já deixo claro, o conteúdo é bem melhor que o nome e a capa, acreditem!
----------------------------------------------------------------------------------------------------
E este foi mais um post lindão com uma dica de saga super divertida pra não se levar tanto a sério e se divertir e sofrer um pouquinho com todos os acontecimentos. Espero que tenham gostado do post, e... Até o próximo breve post!
(Quer assistir Vampire Academy legendado? Fale comigo pelo twitter @princesadaterra que eu te mando o link via dm. =D)


xx
Stephy.
(Beijinhos e abraços de aniversário pra Nicolli e pra Paula! Muitos anos de vida pra vocês meninas, e muita alegria, e muito eu! Porque todos precisam de um pouquinho de Stephane pra ser feliz haha 
Sei que a mensagem é simples, mas é de coração o meu feliz aniversário! <3)

Nenhum comentário:

Postar um comentário